terça-feira, 20 de maio de 2008

Boa sorte

"Continuo achando graça nas coisas, gostando cada vez mais das pessoas, curiosa sobre tudo, imune ao vinagre, às amarguras, aos rancores."Zélia Gattai


Ela amou muito
Também foi bem amada
Conheceu muitos lugares pelo mundo
Plantou arvores,flores e filhos
Escreveu livros e cozinhava para quem amava.
Vivei 91 anos.
Hoje foi transformada em nuturiente para um jardin.
Uma mulher de muita sorte.
Durma em paz Zélia!

Boa Sorte

Beto Guedes

O tema da canção
Meu coração guardou
Para dar a quem trouxer
A mensagem dos caminhos
Livres
Viagens de buscar
Sertão e beira-mar
Brincar de bem-me-quer
E uma doce companheira
Sempre
Hoje a noite serenou
Orvalho nos quintais
Acordei pensando em nós
E uma estrela caiu
Lembrei de não chorar
O tempo que passou
Lembrei de desejar
Boa sorte pra você
E o dia clareou

4 comentários:

Benó disse...

Estava com curiosidade em ler o que iria ser escrito neste espaço sobre a Zélia. Mas, Naninha, vê-se bem que anda apressada e espero que o tempo lhe dê tempo para fazer tudo com mais tempo.OK?
Um grande beijo lhe envio nas asas do tempo.

Pedro Ojeda Escudero. disse...

¡¡Cómo me gusta el texto de Gattai!!
Hoy sólo paso, rápido, rápido, a dejarte un beso.

Sidcafeina disse...

Olá, tem uma indicação pra vc no www.cafeinasonaobasta.blogspot.com

bj
Sid

ED CAVALCANTE disse...

OI NANA, NÃO TENHO TE VISTO PELOS FÓRUNS DE BLOGUEIROS. ANDAS SUMIDA! ALGUM PROBLEMA?

BJO!