segunda-feira, 21 de janeiro de 2008


E a saudade instalou-se em seu peito
Fez morada, frutificou.
Lassidão dissipa-se pelo corpo, alma
O relógio empresta a ilusão de um mundo estagnado.
Paradoxo
Para o amor distante a vida não flui
Dias lentos
Horas atadas
Tecelã do tempo
Derivar suavemente é a sua diversão
Espírito inquieto
Dentro de si um casulo
Invólucro de doces sementes
Lembranças
Alimento e bálsamo para a dor da espera

Eliana Lopes de Andrade

22 comentários:

Ru Correa disse...

Naninhaaaaaaaaa!!

Toda essa saudade só vai ser boa na hora do "matar a saudade" ... ummmmmm
.. .heheheh

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos!
Amo-te, viu?

inacio disse...

Oi, amor. É lindo ver como você está se saindo uma poetisa de primeira! utilizando figuras de linguagem com desenvoltura e profunda significância. Parabéns. Beijos do seu maridão

Pedro Ojeda Escudero. disse...

es un buen texto, que marca muy bien la suavidad del paso del tiempo
saludos

Paulo Roberto disse...

Lindo, Lindo Mesmo.
Parabéns!
É seu mesmo?

Fire disse...

Saudade é realmente uma coisa que machuca muito, mas sem ela não haveria a felicidade do reencontro!!

Mil bjos pra vc moçaaa!

Matheus disse...

Bem legal... Parabens e suscesso!!!

Mazinho disse...

Poxa moça me desculpe pela tirinha sinto muito...
de maneira nenhuma queis colocar algo pra ferir alguem...
=/
bjos

Marcel.la disse...

Precioso texto para preciosa fotografia. Segurie paseando por aqui un blig excelente

Fábio Buchecha disse...

É algo tão grandioso que não dá para trair! parabéns!

___________________________________
TemPraQuemQuer <<< Entra!

Regy Angel disse...

Você tem sorte...
por ter se casado com a pessoa certa...
Ah!achei bem inspirador o poema...
bjus

Vírgula Antenada disse...

Lindo, doce...
Considero sorte ler poema tão lindo no meio de uma tarde sem mérito.
Lindo Blog!

"Ionescu" disse...

A idea do blog eh boa!

mas precisa melhorar a infra estrutura!

xD

esse eh meu pitaco

http://diariodacharge.blogspot.com

everaldo ygor disse...

Olá...
Belo texto...
A saudade... Intensidade das horas, da espera, da poesia... Bela composição de foto e saudade...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Nana Lopes disse...

IONESCO ""Sim voce tem razão a respeito do layout,mas como minha intenção nao é imagem e sim ideias, preferiria saber o que achou dos textos, que são o meu principal objetivo. Sei que nao é um blog para os nao amantes da leitura, pois os textos muitas vezes são extensos, e é preciso pensar para entendê-los,mas valeu a dica.Obrigada!!""

Kaue Person disse...

Toda essa saudade só vai ser boa na hora do "matar a saudade" ... ummmmmm
.. .heheheh[2]

Heeey me ensina a por relogio?
parabens pelo seu blog
http://whatafuckk.blogspot.com/

Kaue Person disse...

Vleeew naninha bjo

"Ionescu" disse...

Poxa eu concordo com vc!

as charges estão sendo feitas pelo meu primo, ate agora so deu para passar uma(a do 50cent) pois a minha scanner ta ruim!

quanto a infra estrutura do seu blog, reconheço ki não fui muito feiz no meu comentario!

eu apenas olhei o seu banner e tirei minhas proprias ideas!

xD

bjs!!

Feänor disse...

Excelente poema... Muito bom mesmo! É justamente essa simplicidade que encerra em si uma profunda reflexão que tanto busco sem sucesso em meus textos.

Sobre seu post anterior, fiz um comentário um tanto extenso, e peço-lhe que me perdoe pela verborragia. Também peço que ignore eventuais erros gramaticais, pois não reli o texto antes de enviá-lo.

Benó disse...

Saudade! Palavra tão portuguesa para descrever um sentimento tão nosso e que tão bem é descrito por si.
Já tinha saudades de vir até aqui.
Um beijo.

Douglas Lourenço disse...

seu blog é realmente muito bom, gostei de verdade, nao foi só pq vc elogiou meu trabalho não....rsrs...mas pq realmente seu blo é muito bom, visitarei sempre muito obrigado por ter visitado meu blog.

Dom Filipao & Captain Sherma disse...

São Palavras ao vento
com sentidos escondido atrá da porta
Adoro me perder entre esses palavras.
principalmente se estiver regada
a uma belissima trilha...

rato contra a vassoura disse...

ohhhhhhhh...

digno de prêmio esse poema... tem ritmo e conteúdo, um doce vagar por algo tão irritante: esperar


vê lá:
http://artepoiesis.blogspot.com