segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Um dia...


Clique aqui:
free music
Raymond Poulet - "Le Luthier" - Lithographie


Um dia eu vi numa estrada um arvoredo caído
Não era um tronco qualquer
Era madeira de pinho
E um artesão esculpia o corpo de uma mulher.

Depois eu vi pela noite
O artesão nos caminhos colhendo raios de lua
Fazia cordas de prata que, se esticadas, vibravam
O corpo da mulher nua.

E o artesão, finalmente,
Nesta mulher de madeira botou o seu coração
E lhe apertou contra o peito
E deu-lhe um nome bonito
E assim nasceu o violão.

Na voz de Fátima Guedes
Composição de Sueli Costa E Paulo Cesar Pinheiro

8 comentários:

Bill disse...

Então esta é a história do violão....Faz sentido. Tem tudo a ver!
Bjo!

Murdock disse...

Por isso corpo de violão...

E um monte de mulher querendo ficar magrela... tsc tsc

Benó disse...

Bonito poema, Naninha! Gosto muito de ouvir violão embora tenha uma voz triste um pouco como a nossa guitarra.
Um grande beijo para si e continue a nos presentear com lindas e simpáticas "postagens".

Anônimo disse...

Um dia, vivi a ilusão de que ser homem bastaria, que o mundo masculino tudo me daria do que eu quisesse ter. Que nada, minha porção mulher que até então se resguardara, é a porção melhor que trago em mim agora, é que me faz viver... Quem dera pudesse todo homem compreender oh! mãe quem dera, ser o verão o apogeu da primavera e só por ela ser...Quem sabe o super­homem venha nos restituir a glória mudando como um Deus o curso da história por causa da mulher...Não sei porque, mas lendo a sua história de amor abaixo e o título de Um dia cá em cima... me veio à mente esta linda canção do Gilberto Gil, é isso! bacio nel'anima. Ítalo

blog disse...

O texto é ótimo.
O PCP é um compositor de primeira, assim como a Sueli Costa.
De muito bom gosto a sua escolha.
Parabéns.

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Nossa, mto lindo, não conhecia.

=D

José Vitor Rack disse...

sueli costa é genial. bom gosto.

inacio disse...

Como vc sabe, um dia ainda pretendo tocar violão maravilhosamente bem como essa pessoa que acompanha fátima guedes nessa música. Beleza! Bj