domingo, 13 de janeiro de 2008

Ruidos


Poemas?

Não sei fazê-los

Diante dos devaneios poéticos emudeço

Ouço os ruídos que as letras fazem dentro de mim

São barulhentas,sussurrantes,borbulhantes,

farfalhantes,intrigantes.

Sorrio.

Borboletas cor de nada quando foge escapam entre meus dentes!!


Letrinhas organizadas por Eliana Lopes de Andrade numa resposta/brincadeira durante um bate papo poético sobre Manoel de Barros com o amigo Beto Mafra. Agosto de 2007

32 comentários:

Marco Antonio disse...

Parece que sem "saber"... acabou fazendo...

hehehe

domfilipao.captainsherma disse...

Primeira Visita
Ambiente Hóstil?
Não não
Gostei da aqui
me lembra minha vida

e poemas
Não sei Faze-los
mas tento
invento
e represento

=)

Murdock disse...

Também não sou bom com poemas...
Bjs

Danilo Moreira disse...

Poemas são bons de se ler mas dão um trabaalho pra criar...rs

Bjs!!!

Feänor disse...

Curioso seu poema... sobre a arte de não fazer poemas! hehe

Gostei, bem criativo!

blog disse...

Bom exercício metalingüístico.
A pós-modernidade parece se alicerçar nisso. Acho interessante como ela é praticada, quase que full time.
E "cor de nada quando fogem" foi um achado.

Quando puder, visite www.movieantiqua.blogspot.com

São contos.
Um tanto quanto mais picantes que seu texto, mas tão honestos quanto.

Abraço

*Mariana disse...

Oiiii Nana!!! :)
Você escreve tão naturalmente...
Adoro coisas assim.
Beijinhos

kédma danyele disse...

nossa...gostei demais de seu blog...
bem legal mesmo...vc é bem criativa!
kédma danyele
http://danyeleynad.blogspot.com/

ZeRo mEiA disse...

isso pq vc não sabe neh?!?!?!

eu sei q poemas são muitos dificeis de criar!!! e o seu foi muito espontaneo....parabens!!!


www.losfanfaroes.blogspot.com

Doug disse...

achei legal seu blog....
heheh
brincadeira
naum vou so falar isso.
Bom naum tenho nada a dizer sobre o poema, mito bom.
Agora o blog...
Ele tem um certo problema...
Como tem muita imagen nele fica dificil e demorado a entra.
Eu sou totalmente contra a musica no blog.
Mais enfim....
se vc kiser umas dicas e tals
vou deixar aqui o meu email
doug@lifenerd.com
abraços

Meerstempel Badist disse...

Muito bom o poema, achei interessante como ele surgiu, bem ao estilo Sociedade dos poetas mortos, será que dá para fazer algo do tipo?

Nana Lopes disse...

Doug obrigada pelas observações. Quanto a música há logo no inicio uam função para desativá-la.Bjkas!!

Octavio Roggiero Neto disse...

poemas, todos podemos fazer. uns melhor, outros nem tanto. mas o desafio maior é viver em Poesia. isso que é edificante!

Jefferson Barbosa disse...

Poemas fazem pensar. Você pensou e criou. A que legal!

Mauricio Meurer disse...

Retribuindo a visita....
Gostei da foto da Amélie Poulain ali do lado.

Mauricio
------------
http://neuronionervoso.blogspot.com

Raisa C.Branco disse...

Estou conhecendo seu blog agora e já gostei bastante!
Poemas? não sabe fazê-los?
Ah, ficou ótimo...mesmo!
=)

fao disse...

a delicadeza.....

Mazinho disse...

rsrs pior que e msmo..
da essa sensação hehe..
obrigado pelo comentario naninha..
bjux e sucesso...



http://bombadigital.blogspot.com/

Raisa C.Branco disse...

De uma sensibilidade adimirável!
Obrigada pela visita. Também te espero mais vezes.
Beijos

Anônimo disse...

Como diria um outro poeta sul-mato-grossense, o Emanuel Marinho, “Poesia não compra sapatos.
Mas como viver sem poesia?” Poesia é sempre necessário para acalmar a alma, pois transcende todas as medidas e formas e palavras lapidadas, captando o olhar poético de cada um de nós. Bacio nel'anima.

Anônimo disse...

Ah! quanto à música, a trilha sonora do filme "O Fabuloso destino d'Amélie Poulain", do compositor Yann Tiersen é uma das mais belas dos últimos tempos. Parabéns pelo bom gosto. Ouça também a de "Adeus Lenin!". Ítalo

Vírgula Antenada disse...

Que lindinho, meigo e lírico!
Queria bater uns papinhos assim...
Amei o Blog!

Rafael Portillo disse...

Belissimo.
Com certeza o conjunto ficou belissimo!

Benó disse...

Parabéns! É sempre muito agradável ler a sua escrita.Obrigada por me propocionar momentos de encanto.
Com amizade lhe desejo uma boa semana.

Gonçalo T. Almeida disse...

Olá, obrigado pela visita ao meu blog fotográfico. Tens aqui um blog muito artistico com belas obras de arte.
Também eu não sei nada de poesia. Só escrevi uma vez quando estava apaixonado e a coisa não resultou.

Juliana ♥ disse...

Fuçando por ai, eu achei seu blog.
Achei uma graça, o músiquinha que toca é do filme "O Fabuloso Destino de Amelie Poulain"? Lindo também!

E amei seus versos! para quem não sabe fazer poesia está ótimo!
Quero voltar sempre aqui!


Beijos*

Abel disse...

Licença Poética????
Creio que não.
Algo que eu fiz antes de conhecer meu outro eu ...

Fláh disse...

Sorrio.
Com este lindo poema e com este lindo blog.

:)

inacio disse...

O fato é que vc está revelando um grande potencial pra poesia. Vc é sensível e inteligente. Continue exercitando e seus poemas ficarão cada vez melhores. Bj

inacio disse...

Aliás, teus poemas estão bem melhores do que de alguns medíocres que se dizem poeta nesta teia universal.

Nana Lopes disse...

O fato é que para ser sentir poesia, precisa estar poesia.
E voce Inácio sabe mais do que qualquer pessoa no mundo que tem muito a ver com isso.Te amo!

João Filipe Ferreira disse...

e faz e muito bem:)
parabens:)
beijinhooo