quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Qual é a sua??


Não tenho dúvidas.
Minha "invenção/descoberta" da antiguidade preferida é o papel.
As outras invenções são excelentes mas o papel exigiu do homem ir além das observações da natureza e os resultados do acaso ou imitação, adaptações já existentes naturalmente.
Não há no mundo natural modelo do papel assim como ele é hoje.
È o resultado de um demorado processo de séculos de tentativas e tecnologias.
Como artista plástica,professora e amante da leitura,sou mais que suspeita e nem vou dar justificativas sobre a importância do papel na minha vida.
Nada substitui o velho e bom livro real.Onde voce pode fazer suas anotações,levar onde for,vê-lo adquirindo marcas de quem o lê...
Quero saber de você que esta lendo esta postagem,qual é a sua invenção com mais de 200 anos preferida?.Deixe em forma de comentário assim quem vier aqui pode ler sua opinião.Beijokas da Nana!!

Você já teve um desses??

PS: Abaixo uma animação lindinha e didática sobre a origem do papel.Ideal para crianças de 8 anos do naipe do Tuty,hahahaha!youtube
Em outra ocasião direi qual a minha invenção moderna preferida.Booom Dia!!

10 comentários:

Murdock disse...

Eu TENHO um Manual do Professor Pardal exatamente igual a esse!!

Jefferson Barbosa disse...

Invenção com mais de 200 anos preferida? Adotando invenção ao invés de descoberta, eu indicaria a escrita.

Murdock disse...

Invenção preferida eu não sei mas acho o parafuso uma coisa muito bem bolada.

Daniel Moura disse...

Legal o blog...
Sobre o livro da foto a cima, eu tbm tenho um que me deixa meio nostaugico... porem o meu é do "Astronautra" da turma da monica!

:: Ana Paula Barros :: disse...

ar-condicionado....

(sei que existem inumera outras coisas interessantes... mas essa, no momento, é uma coisa brilhante!)

Edson Marques disse...

Nana,


Você é um amor!


Abraços, flores, estrelas...

Loucos do blog disse...

Eu tenho um manual da disney parecido com esse só que é de futebol. Minha vó deu para meu papai e quando era criança recebi ele de "herança". Espero passar ele para meus filhos no futuro. Mesmo estando todo remendado de fita.
Otimo blog você escreve muito bem.

Anônimo disse...

Concordo plenamente contigo, pois não há nada que substitua a palavra escrita no papel, ainda mais para aqueles que amam os livros e esse é o nosso caso e para os que fazem boa arte (em todos os sentidos), que é o seu caso...Quanto ao Manual, já o tive e doei para o filho de uma amiga, assim como toda a minha coleção de gibis da Disney, que foram a janela para o futuro e apaixonado leitor que viria a ser.

Bacio nel'anima...Ítalo

José Vitor Rack disse...

PÃO!

é milenar e eu adoro! assim como um bom livro.

inacio disse...

O papel foi uma grande invenção sem dúvida. Mas há muitas outras grandes invenções, como a roda. Que aliás nem sei se são invenções ou reproduções de algo que já se viu no mundo. Umberco Eco, autor de "O Nome da Rosa" disse certa vez que a maior invenção humana foi a agricultura, que permitu a produção de alimentos em larga escala. Tudo o mais foi possível a partir do momento que o homem pode se alimentar melhor, vivendo mais. Afinal para que o homem possa se preocupar com instâncias superiores precisa primeiro resolver as necessidades objetivas como a fome.